Dicas de limpeza e organização

Veja os valores para sua cidade

Alérgenos e aeroalérgenos: o que são e como evitá-los

Publicado em: quinta-feira, dezembro 7, 2017alérgenos

Inscreva-se em nosso canal no YouTube


Coceiras na pele, vermelhidão por todo o corpo, irritações das vias aéreas e até dores de cabeça, esses são apenas alguns dos sintomas das alergias. Elas podem ser respiratórias, cutâneas ou sistêmicas, aquelas que afetam o organismo em geral. O que todas elas têm em comum são os alérgenos, ou seja, os agentes que provocam alergias.

Se você já experimentou algum desses sintomas, ou tem constantes crises alérgicas, fique atento ao texto que preparamos. O primeiro passo para combater esses incômodos é compreender como eles funcionam. Então veja agora o que são os alérgenos e aeroalérgenos e, principalmente, como evitá-los.

Como funciona o sistema imunológico?

O sistema imunológico humano é um conjunto de agentes que atua na proteção do corpo contra doenças. Se uma pessoa fosse um país, o sistema imunológico seria formado pelos policiais, barreiras de imigração e muros que podem ser químicas ou físicas. Por exemplo, a pele é a primeira barreira física contra agentes externos.

O que são monócitos?

Os monócitos são parte importante do sistema imunológico e compreendem parte da barreira química de proteção. São células cuja função é defender o corpo contra a ação de vírus e bactérias. Para um médico, são importantes pistas de que algo está errado. Isso porque por meio de um hemograma completo é possível checar o nível de monócitos no corpo. Quando os números estão elevados ou muito baixo, é sinal de que alguma doença se instaurou e precisa ser investigada.

O que é imunidade ativa e passiva?

O sistema imunológico aprende com suas experiências. Isto é, ele desenvolve a capacidade de se defender a partir da primeira exposição a uma doença. Esse processo de imunização pode ser ativo ou passivo.

O primeiro caso é o que acontece quando contraímos a catapora, por exemplo. Dificilmente uma pessoa terá essa doença novamente. Ou ainda, quando tomamos vacinas, que são que uma forma de estimular o organismo a criar um registro contra a doença em questão.

Já o segundo caso, chamado de passivo, acontece de forma natural dentro do útero. Durante os dois últimos meses da gestação, a imunidade da mãe é transferida para o bebê, que estará protegido durante o primeiro ano de vida.

O que são alérgenos e aeroalérgenos?

Os alérgenos são justamente os agentes que provocam as alergias e os aeroalérgenos são aqueles que estão presentes no ar. Resumidamente, são os inimigos dos monócitos. Na primeira vez que entram em contato com o organismo, as células de defesa os registra como prejudiciais. Dessa forma, quando acontece novamente, o sistema imunológico reage excessivamente, o que provoca todos os sintomas que já conhecemos.

ácaro alérgeno


Interrompemos esse post para te alertar sobre algo muito sério!

Imagine chegar em casa após um dia de trabalho cansativo. Tudo o que mais deseja é assistir uma série com pipoca e relaxar no sofá.

Seria perfeito se o seu estofado não estivesse encardido e com mau cheiro. Você não merece esse desconforto! Pior ainda é a sujeira invisível, que traz alergias e doenças respiratórias. Apenas 1g de poeira pode conter 10 milhões de ácaros!

Mas isso é fácil de resolver e podemos te ajudar!

Calcule AGORA quantos ácaros estão vivendo com você e descubra se é hora de chamar a Dr. Lava Tudo em sua casa!

Como evitar o contato com alérgenos?

Para evitar o contato com os alérgenos é preciso ter dois tipos de conhecimento. O primeiro deles se refere à própria saúde, ou seja, quais deles provocam reações em você. Isso porque nem todas as pessoas são alérgicas ao mofo, por exemplo. O outro ponto importante é entender quais são os principais agentes provocadores das alergias.

Os primeiros e mais conhecidos são os ácaros, pólen e mofos. Juntos eles são os alérgenos que provocam a maioria das crises alérgicas registradas pelos médicos. E o motivo está na facilidade de eles surgirem dentro das nossas próprias casas. Umidade, falta de exposição à luz solar e até a sujeira são pratos cheios para a proliferação deles. Por isso é tão importante lavar travesseiros, estofados e cobertores com frequência.

Como tratar ou evitar alergias?

As opções de tratamento para as alergias são bastante difusas. Isto é, elas vão depender de como ela se manifesta Por isso, consultar um alergologista é sempre a melhor opção. Para alguns casos específicos ele pode sugerir um tratamento baseado na aplicação diária de vacinas. Elas têm o objetivo de fortalecer o sistema imunológico e tornar a alergia cada vez mais fraca.

Mas independentemente de quais são os sintomas, a forma mais simples de evitar as crises é se manter distante possível dos alérgenos e aeroalérgenos. Além de manter a limpeza em dia, como já dissemos, sempre ajuda abrir as janelas para deixar o ar circular e permitir a entrada de luz do sol em todos os cômodos da casa.

Os agentes alérgenos e aeroalérgenos são extremamente prejudiciais à saúde. Eles colocam o sistema imunológico em alerta e provocam uma série de sintomas incômodos. Em alguns casos, as crises alérgicas são tão intensas que se tornam incapacitantes para o trabalho. Os tratamentos variam de caso a caso, mas o melhor que se pode fazer e ficar longe dos estopins.