Dicas de limpeza e organização

Veja os valores para sua cidade

Lavagem a seco ou normal: como funcionam esses tipos de limpeza?

Publicado em: quarta-feira, dezembro 13, 2017lavagem a seco

Inscreva-se em nosso canal no YouTube


Você já parou para prestar atenção em todos aqueles símbolos que são estampados nas etiquetas das suas roupas? São triângulos, círculos e quadrados que mostram exatamente como a lavagem deve ser feita para que o tecido não seja prejudicado. Se o mais adequado é fazer a lavagem a seco ou normal, se a temperatura ambiente ou água quente, se é necessário usar alvejante na lavagem.

Esse é um exemplo comum no dia a dia, mas o mesmo raciocínio serve para sofás, poltronas, colchões, almofadas, travesseiros, interior do carro etc. Cada um desses itens têm uma recomendação de lavagem adequada para preservar o tecido e toda a estrutura por trás dele. Mas você sabe exatamente qual é a melhor forma de lavar todas essas coisas? Já contratou um serviço especializado para fazer isso?

Foi pensando em perguntas como essas que preparamos o post de hoje. Entenda agora tudo o que você precisa saber sobre lavagem a seco, semi-seca e normal antes de contratar esses serviços.

Lavagem tradicional: sabão e água em abundância

A lavagem tradicional envolve água em abundância e sabão. É exatamente o que fazemos nas nossas casas, com a ajuda da máquina de lavar. Ou quando nós mesmos lavamos o carro na garagem.

O primeiro passo é umedecer o objeto sujo. Então aplica-se o sabão, que em alguns casos será esfregado com uma escova ou um pano macio, em outros será deixado de molho. Depois dessa etapa chega o momento de enxaguar tudo isso. E, dependendo do objeto que estiver em lavagem, essa é a parte mais complicada.

Esse é um método que funciona para pequenos itens, como roupas, travesseiros, almofadas e até carros. Mas isso não significa que seja a melhor opção disponível. Você já pensou em encher um travesseiro de sabão e depois ter que enxaguar toda a espuma? Definitivamente essa não é a decisão mais inteligente para higienizá-lo

A quantidade de água necessária para fazer a lavagem tradicional é muito grande. Esse ponto fica ainda mais grave quando vivemos momentos de estiagem, quando toda a população deve fazer a sua parte para racionar a quantidade de água disponível nos reservatórios municipais e estaduais.

Adicione aos argumentos contrários a esse método o fato de que nem toda superfície é beneficiada por esse tipo de lavagem. Existem tecidos delicados que precisam da lavagem a seco para serem limpos.

lavagem a seco

Lavagem a seco ou tradicional: qual é a melhor para o seu carro?

Lavagem a seco: maneira mais ecológica de limpar

A lavagem a seco é uma excelente opção para todos os tecidos e superfícies delicadas. Isso porque quando esses materiais são expostos à água, as fibras dos tecidos costumam inchar. Quando elas secam, é comum que as roupas fiquem deformadas e percam totalmente o formato inicial.

Ao invés da água, são usados solventes químicos. Eles também são líquidos, mas impedem que a fibra dos tecidos sejam deformadas. Além disso, são desenvolvidos especialmente para removerem a sujeira e manterem as características originais do material. Isto é, existe muita tecnologia envolvida no processo de lavagem a seco.

Esse método também funciona na higienização dos carros sujos pela poluição das cidades. São as famosas lavagens ecológicas, que utilizam a mínima quantidade de água possível. Mas nesse ponto é preciso ficar atento. Isso porque existem duas recomendações básicas para que o carro saia limpo e livre de arranhões na lataria.

A primeira delas é que a lavagem a seco não é recomendada para carros sujos com areia e terra. Nesses casos, a melhor opção é, de fato, enxaguá-los com água em abundância. Isso porque a esfregação pode friccionar os grãos de areia contra a lataria do carro e provocar arranhões. Você terá um carro limpo, mas cheio de marcas na lataria. E isso ninguém quer, não é mesmo?

O segundo ponto importante sobre a lavagem a seco em carros é a quantidade de água que será usada nesse processo. É claro que para que ela seja realmente ecológica, devemos nos preocupar com o desperdício. Mas o ideal é que os químicos usados sejam diluídos em pelo menos um litro de água para evitar que eles provoquem abrasões na lataria. Por isso, se você for contratar um serviço como esse, não esqueça de perguntar exatamente como funciona a lavagem.

Por fim, a lavagem a seco também pode ser usada para estofados de sofás, poltronas e colchões. Mas esse não é o método ideal aqui. Isso porque os solventes usados podem ser tóxicos. E a consequência do uso desses produtos dentro da sua casa podem ser inúmeras. Suas plantas podem ser afetadas; seus animais de estimação deverão ser retirados de dentro de casa por um longo período; os moradores da casa também deverão sair; e, por fim, existe o sério risco de incêndio durante a aplicação.

Lavagem semi-seca: a mais segura e confiável para o seu lar

Frente a todos os riscos que apresentamos da lavagem a seco para sofás, colchões e poltronas, a melhor opção para os móveis da sua casa definitivamente é a lavagem semi-seca. De maneira geral, ela consome 10% da água que seria usada nos métodos tradicionais.

Funciona da seguinte forma: o técnico comparecerá à sua casa no dia agendado, com um equipamento pequeno e portátil. Antes de começar a lavagem propriamente dita, ele irá desencostar o sofá, por exemplo, de qualquer outro móvel ou objeto da casa, e protegerá o piso, para que nenhum deles se molhe. Em seguida, irá borrifar o sofá com uma solução de água e sabão específico.

Em seguida, ele fará uma esfregação suave para que os produtos atinjam todas as fibras do tecido. E nesse ponto existe um fato muito importante a vantajoso. Como a água é borrifada, dificilmente a espuma será encharcada, o que facilita a secagem e não provoca a formação de mofo no interior do sofá.

Terminada essa etapa, ele usará uma máquina extratora de alta potência para retirar a água suja. E essa é a parte que mais impressiona os donos do sofá. Isso porque geralmente o líquido que sai de lá está sujo e a diferença de cor entre as partes que já estão limpas e as sujas é gritante. A maioria das pessoas sequer notou anteriormente o quanto a limpeza era necessária.

Depois de aspirado, o sofá demora até 12 horas para ficar completamente seco. Mas em dias de sol, esse tempo é reduzido drasticamente. Dá até para agendar uma impermeabilização para os dias seguintes.

Todo o processo de lavagem semi-seca é fácil e livre de toxinas. Ou seja, não existe o risco de contaminação de plantas, animais de estimação e nem dos moradores da casa. Também não há a necessidade de sair de casa enquanto ela acontece e muito menos o risco de incêndio. Esses fatos dão o pódio para a lavagem semi-seca e a consagram como a mais segura e ecológica para o seu lar.

Nós usamos o exemplo do sofá, mas a realidade é que é possível aplicar esse método para tudo o que você não consegue lavar na máquina: poltronas, travesseiros, almofadas, colchões, tapetes e até o interior dos veículos.

Tipos de lavagens: vantagens e desvantagens

Para cada móvel ou objeto que precisamos lavar existe um método ideal. E é preciso pensar nas vantagens e desvantagens de cada um antes de contratar. O objetivo final é que os seus pertences saiam limpos, mas com as suas características originais preservadas. Por exemplo, dificilmente você colocaria um terno chique dentro da máquina de lavar, não é? O mesmo raciocínio deve ser aplicado para todas as outras lavagens que forem necessárias.

O segredo para fazer a melhor escolha possível é analisar as características dos tecidos e as necessidades deles. Entre o método tradicional, a semi-seca e a lavagem a seco, muitos fatores estão em jogo. Adicione a essa conta, o desperdício de água e a toxidade dos produtos usados.

Para lavar suas roupas e peças de uso pessoal, o mais adequado é seguir as orientações das etiquetas. Afinal de contas, o fabricante é o maior conhecedor daquele tecido. Para estofados em geral, sempre opte pela lavagem semi-seca. Ela é rápida, não desperdiça água e não oferece riscos para a saúde de ninguém da sua família.


Sabe aquelas tosses que nunca acabam?

Você já passou por médicos, tomou remédios e isso não passa? Talvez seu problema é outro..

Diariamente nos deitamos no sofá para relaxar. É revigorante não é? Mas, esse mesmo estofado pode te prejudicar pois, ao longo do tempo, poeira, restos de pele e suor ficam sobre sua superfície. Adicione vários ácaros que se alimentam desses resíduos. Só 1g de poeira pode abrigar milhões deles! Essa pode ser a verdadeira causa das tosses. Mas a guerra não está perdida!

Saiba GRATUITAMENTE quantos ácaros que rondam sua casa. Nós desenvolvemos uma calculadora para usar sempre que quiser. Calcule e dê os primeiros passos para viver em um ambiente mais saudável!


Por que é importante manter os móveis limpos?

A sujeira definitivamente é desagradável aos olhos, mas não somente isso. A importância de manter os seus móveis, almofadas e interior do carro sempre limpos está no fato de que, quando sujos, eles contribuem significativamente para a piora da saúde da sua família.

Por exemplo, um colchão que nunca foi limpo é o ambiente perfeito para a proliferação de ácaros e até para o desenvolvimento do mofo. Isso porque eles estão repletos de células mortas e suor dos nossos corpos. Some ao risco o fato de que raramente eles tomam sol diretamente. E isso acontece sem que nós nos demos conta.

Quando menos esperamos, os membros da família podem desenvolver crises alérgicas e, a partir daí, desencadear quadros de doenças respiratórias graves. Isso porque quadros alérgicos ressecam as mucosas dos olhos, nariz e boca, facilitando a entrada de vírus e bactérias.

Se você tinha dúvidas sobre qual é o melhor método para lavar seus pertences, elas não têm motivos para existirem mais. Entre a lavagem a seco, tradicional ou semi-seca, o mais importante é observar as características daquilo que você deseja limpar e escolher a opção mais adequada. O objetivo final aqui é se livrar da sujeira e manter as características originais de cada objeto ou móvel.

Acima de tudo, essa é uma decisão que envolve o meio ambiente e, principalmente, a saúde da sua família. O acúmulo de sujeira pode ser um estopim para o desenvolvimento de crises alérgicas e piora de doenças respiratórias. Por isso, não espere mais nenhum segundo e contrate logo uma empresa especializada no assunto para te ajudar.