» Lixo orgânico e inorgânico: diferenças, conceitos e por que separar!

DICAS DE LIMPEZA E ORGANIZAÇÃO

DICAS DA PRINCIPAL EMPRESA DE LAVAGEM E IMPERMEABILIZAÇÃO DE ESTOFADOS DO BRASIL!
ATENDEMOS EM CENTENAS DE CIDADES.

DICAS DE LIMPEZA E ORGANIZAÇÃO

DICAS DA PRINCIPAL EMPRESA DE LAVAGEM E IMPERMEABILIZAÇÃO DE ESTOFADOS DO BRASIL!
ATENDEMOS EM CENTENAS DE CIDADES.

Lixo orgânico e inorgânico: diferenças, conceitos e por que separar!

Publicado em: quarta-feira, junho 27, 2018lixo orgânico e inorgânico

Inscreva-se em nosso canal no YouTube


A produção de resíduos sólidos cresce em ritmo mais acelerado que o aumento da população. Estima-se que até 2050 o mundo produza 4 bilhões de toneladas de lixo por ano, sendo que metade desse total é produzido por apenas 30 países.

Com uma série de impactos ambientais e financeiros, o acúmulo de lixo tem afetado todas as camadas populacionais – especialmente as mais pobres – e necessita urgentemente de uma solução.

E todo mundo pode fazer a sua parte. Em casa, separar o lixo orgânico e inorgânico é o primeiro passo para o descarte adequado desses resíduos. Neste post você entende por que e como fazer a separação.

O que é lixo orgânico?

lixo orgânico e inorgânico

O lixo orgânico é caracterizado como qualquer resíduo de origem biológica. Para ficar mais claro, é aquele lixo proveniente de algo vivo, como sementes, restos de comidas, cascas de ossos, borra de café e até ossos.

Geralmente é o tipo que as pessoas têm mais dificuldade em descartar, e acabam simplesmente destinando a lixões e à coleta que passa de casa em casa.

No Brasil, 52% de todo o lixo produzido é orgânico, mas somente 2% dos resíduos vai para a compostagem – uma das formas de reaproveitar o material orgânico.

O que é lixo inorgânico?

lixo orgânico e inorgânico

O lixo inorgânico, como o próprio nome diz, é aquele que não tem origem biológica. Normalmente é algum resíduo de um produto industrial, criado com a intervenção da mão humana.

É o tipo de lixo que causa mais danos ao planeta, a decomposição leva bastante tempo e nem todas as cidades possuem iniciativas voltadas para a reciclagem desses materiais.

São exemplos de lixo inorgânico:

  • Papel;
  • Vidro;
  • Isopor;
  • Sacolas plásticas;
  • Embalagem de alimentos;
  • Garrafas de refrigerante;
  • Aparelhos domésticos descartados;
  • Pilhas e baterias.

Por que separar o lixo orgânico e inorgânico?

lixo orgânico e inorgânico

Separar o lixo orgânico e inorgânico é uma atitude simples e que pode fazer toda a diferença nos resíduos produzidos na sua casa.

Ao separar o lixo, você contribui para a coleta seletiva e, consequentemente, para a reciclagem, dando um destino diferente aos materiais descartados no dia a dia.

Veja 5 motivos para separar o lixo orgânico e inorgânico:

1.      Ajuda a diminuir o fluxo de resíduos em lixões e aterros sanitários

Quando você separa o lixo, é mais fácil identificar quais resíduos devem ser encaminhados para cada lugar. Isso diminui a quantidade de descartes direcionadas diretamente a lixões e aterros sanitários.

Vale lembrar os principais problemas causados pelo acúmulo de lixos nesses locais:

Powered by Rock Convert
  • Formação de gases: a decomposição da matéria orgânica forma gases inflamáveis e de odor muito forte.
  • Formação de chorume: a decomposição desses resíduos também produz um líquido de cor escura, cheiro forte e altamente tóxico – o chorume. Uma das consequências mais graves é que o chorume penetra o solo, podendo chegar aos lençóis freáticos e contaminar a água.
  • Diminuição da vegetação nativa: para construir o aterro sanitário é necessário remover uma grande área de vegetação natural, o que também tem impactos ambientais a curto e longo prazo.

2.      Facilita o processo de reciclagem de materiais descartados

A separação do lixo facilita o processo de reciclagem: você diferencia os resíduos orgânicos e aqueles que são recicláveis.

Você pode, inclusive, entregar esses materiais diretamente a pessoas e associações que trabalham com reciclagem, contribuindo para todo um novo ciclo produtivo.

3.      Contribui para a geração de renda de várias famílias

Com o lixo orgânico e inorgânico adequadamente separado, muita gente consegue produzir novas peças a partir de material reciclável.

Muitas famílias vivem disso e fazem da reciclagem a sua fonte de renda – com um impacto importante na economia nacional.

No caso dos catadores, entre 60% e 70% da classe é composta de mulheres, que conseguem obter uma renda importante com esse trabalho e garantir a sobrevivência de suas famílias.

4.      Economiza recursos naturais

A reciclagem proveniente da separação do lixo que produzimos em casa se transformou em um novo tipo de indústria, reaproveitando material que seria descartado para criar novos produtos.

Como a matéria-prima é um material já existente, não é necessário extrair outros recursos naturais, poupando o meio ambiente e diminuindo os impactos negativos da produção.

Ou seja, além de ajudar a gerar renda para outras pessoas, você ainda contribui para a preservação ambiental.

5.      Fortalece o senso de coletividade

A preocupação com o destino do lixo orgânico e inorgânico é uma atitude que vai além do que fazemos em nossa casa: abrange impactos ambientais que acometem todo o mundo.

Por isso, quem separa os resíduos desenvolve um importante senso de responsabilidade para com a sua comunidade.

E, a partir daí, passa a olhar para o mundo ao seu redor de forma mais coletiva, sempre pensando em como uma ação individual pode ter impactos globais.

Como separar lixo orgânico e inorgânico?

Para separar o lixo doméstico de maneira adequada, siga as dicas abaixo:

  • Se informe sobre a coleta seletiva no seu bairro: ela acontece? Em quais dias da semana cada tipo de lixo é recolhido?
  • Tenha uma lixeira para o lixo orgânico e outro para o que pode ser reciclado. Coloque para fora nos dias corretos em que cada tipo é recolhido.
  • Lave as embalagens de vidro, plástico e latas antes de colocar no lixo. Não se esqueça de esperar secar.
  • Vidros planos ficam separados de embalagens.
  • Materiais cortantes devem ser embrulhados em jornais ou colocados em uma caixa de papelão para evitar acidentes.

Reciclagem de lixo

Fazer a reciclagem de lixo é mais fácil do que você imagina. O lixo inorgânico pode ser usado na compostagem doméstica, formando adubo para hortas. O processo é feito em caixas plásticas e dá para fazer até em apartamentos.

O lixo reciclável pode ser destinado a associações voltadas para isso ou ser reaproveitado em casa: garrafas de vidro podem ser utilizados na decoração, roupas velhas podem virar capas de almofadas ou bolsas e caixas de sapato podem ser reaproveitadas para guardar outros objetos.

Confira como utilizar esses materiais na decoração da sua casa com instruções passo a passo.

Agora que já aprendeu a separar o lixo, que tal contar com um apoio profissional na organização da sua casa?

Na Dr. Lava Tudo temos um portfólio completo de soluções em limpeza, que vão deixar o seu lar higienizado e livre de bactérias, com muita praticidade e excelente custo-benefício.

Conheça nossos serviços e leve para a sua casa!

Lixo orgânico e inorgânico: diferenças, conceitos e por que separar!
5 (100%) 2 votos
https://drlavatudo.com/blog/lixo-organico-e-inorganico/
Dr. Lava Tudo
lixo orgânico e inorgânico

 

Confira nossos posts mais recentes:


  • Como tirar mancha de molho barbecue de roupas, tecidos e estofados!

  • Como tirar mancha de fruta: 7 dicas que fazem a diferença. Veja aqui!

  • Como tirar mancha de autobronzeador: guia prático, simples e completo!


  • desconto impermeabilização
    ebooks gratuitos de limpeza


    Você também pode gostar de: