Dicas de limpeza e organização

Veja os valores para sua cidade

Nascimento dos dentes: como reagir aos primeiros dentes do bebê?

Publicado em: quarta-feira, fevereiro 28, 2018nascimento dos dentes do bebe - dor

Inscreva-se em nosso canal no YouTube


O nascimento dos dentes marca uma fase importante na vida das crianças, que deixa os pais encantados, mas também pode mudar a rotina de toda a família.

Por ser uma transformação no corpo do seu bebê, ele tende a ficar irritadiço, já que a ruptura da gengiva traz desconforto, coceira, sensibilidade e até mesmo dor.

Para as mamães e papais de primeira viagem, esse pode ser um momento desafiador. E para quem já passou por essa fase com outro filho, ficar atento a alguns sinais também é importante. Afinal, cada criança é única e pode reagir de formas diferentes aos mesmos processos.

Se você quer saber como lidar com o nascimento dos dentes e proporcionar o máximo de conforto para o bebê, esse artigo é para você! Continue a leitura e saiba tudo sobre o assunto.

Tudo sobre dentição infantil: como se dá o nascimento dos dentes?

nascimento dos dentes do bebe - 2

Embora pareça ser um momento único na vida da criança, o nascimento dos dentes é uma fase que dura bastante tempo e pode ir até os três anos de idade.

Os dentes começam a se formar ainda durante a gestação. Nessa etapa, chamada de odontogênese, aparece o germe dental, que servirá de alicerce para o nascimento de toda a dentição do bebê. Vale lembrar que a formação dos dentes permanentes recebe o mesmo nome e começa por volta de um ano de idade.

Com quantos meses nasce o primeiro dente do bebê?

Os primeiros dentes começam a aparecer em torno de 6 a 7 meses. Mas há crianças de três meses que já apresentam mudanças na estrutura bucal, enquanto outros só tem ganham os dentinhos por volta de um ano.

Como já dissemos: cada criança tem seu próprio ciclo. Então, nada de entrar em pânico se os dentinhos aparecem um pouco antes ou depois do que você previa. Destacamos apenas que, geralmente, até os três anos a criança já tem 20 dentes-de-leite.

Calendário da dentição

A ordem abaixo não é seguida à risca. O fluxo do nascimento dos dentes varia de uma criança para outra, mas, o mais comum, é que sigam o seguinte cronograma:

  • 6 a 10 meses: incisivos centrais inferiores.
  • 8 a 12 meses: incisivos centrais superiores.
  • 9 e 13 meses: incisivos laterais superiores e inferiores.
  • 10 e 16 meses: primeiros pré-molares.
  • 16 e 20 meses: caninos.
  • 20 e 30 meses: segundos pré-molares.

Reações da dentição infantil

nascimento dos dentes do bebe - dor

Nem toda criança apresenta reações ao nascimento dos dentes. Mas, para a maioria, essa pode ser uma fase bem complicada, com bastante salivação (a baba) e dor. Confira as principais reações:

  • Inchaço na e sensibilidade na gengiva, que também deve sofrer alterações na sua coloração, ficando mais vermelha ou esbranquiçada;
  • Maior produção de saliva – ande sempre com toalhinhas extras;
  • Mudanças nos hábitos de alimentação – o bebê pode perder a fome ou preferir alimentos mais pastosos ou líquidos, que são mais fáceis de ingerir;
  • Perda de sono;
  • Estresse e irritação, que podem ser notados pelos gestos do bebê – ele passa a levar muito às mãozinhas ao rosto ou à boca e puxa a orelha ou o cabelo.

Febre de dente: verdade ou mito?

Muitos pais relatam que, durante o nascimento dos dentes, os bebês apresentam febre e diarreia, relacionando os sintomas como a fase da dentição, no mal conhecido como febre do dente.

Mas os médicos são taxativos: mesmo sendo um sintoma comum, a febre alta não deve ser atribuída ao nascimento dos dentes.

O problema pode ser causado porque o sistema imunológico fica prejudicado, aí, o bebê está mais sucessível a ser infectado por alguma virose ou outro agente infeccioso. Como muitas vezes o nascimento dos dentes coincide com o período em que as crianças começam a ir para à escolinha, o contato com outras pessoas a deixa mais suscetível a apresentar esses sintomas.

O alerta para os pais é sempre procurar um médico, caso o bebê tenha febre ou diarreia para uma avaliação completa. Os sintomas são comuns em várias doenças e só o pediatra poderá identificar as verdadeiras causas.

Como reagir à dentição infantil

nascimento dos dentes - mordedor

Se você está desesperado com o sofrimento do seu bebê e não sabe o que fazer, saiba que algumas atitudes simples podem te ajudar a passar pelo nascimento dos dentes com muito mais tranquilidade.

Confira algumas práticas que podem suavizar o incômodo da criança e deixar toda a família mais relaxada:

  • Compre mordedores para seu bebê. Eles vão ajudar a diminuir a coceira e desconforto na região. Se estiverem gelados funcionam ainda melhor. Só tome cuidado para não deixar gelar demais.
  • Lembra quando a gente arrancava um dente e nossa mãe comprava sorvete? A lógica aqui é a mesmo: dê alimentos frios pois eles amenizam a dor. Você pode até congelar um pouco do leite materno e dar para o bebê como se fosse um pequeno picolé.
  • Massageie a gengiva do bebê com o dedo esterilizado ou o bico de silicone da mamadeira.
  • Em casos mais graves, quando o desconforto é maior, o médico pode receitar algum medicamento. Use somente o que for prescrito pelo pediatra!
  • Procure também um odontopediatra que, além de orientar sobre cuidados gerais, vai ensinar os papais como higienizar os dentinhos que estão nascendo.

No período do nascimento dos dentes, os bebês costumam colocar tudo na boca. Então, nada melhor do que manter tudo limpinho. Conheça os serviços de limpeza de artigos infantis da Dr. Lava Tudo e mantenha as coisas do seu filho sempre limpinhas e livre de bactérias!