Dicas de limpeza e organização

Veja os valores para sua cidade

Sinusite: dicas para proteger sua família desse mal

Publicado em: segunda-feira, junho 4, 2018sinusite 1

Inscreva-se em nosso canal no YouTube


É só chegar estações como o outono e o inverno para que várias doenças respiratórias sejam protagonistas na vida das pessoas. Começa com aquela dor de cabeça chata, passando para espirros e febre, quando, de repente, fica quase impossível sair de casa. É assim com gripe, alergias, rinite e, principalmente, sinusite.

Embora a sinusite seja uma doença muito comum, poucas pessoas sabem de fato quais são seus sintomas, do que se trata e porque ela pode ser uma vilã para sua saúde.

Pensando nisso, preparamos esse artigo que pode esclarecer um pouco sobre o que é exatamente essa doença e algumas dicas para evitar que ela atinja você e sua família. Confira!

 

Afinal, o que é sinusite?

 

sinusite

A sinusite afeta cerca de 10% da população brasileira e nada mais é que uma inflamação da mucosa dos seios da face. Isso significa que as cavidades ósseas que se encontram ao redor do nariz e dos olhos, além das maçãs faciais, estejam inflamadas. O resultado é a sensação de que a cabeça inteira esteja pesada e uma grande indisposição.

De maneira geral, a sinusite pode ser uma consequência de uma infecção ou alergia. Esses são fatores que fazem com que a drenagem de secreções nos seios da face fique comprometida, acumulando muco e gerando a inflamação.

A doença também pode ser chamada de rinossinusite, uma vez que a inflamação pode ir além da mucosa dos seios da face, atingindo as vias nasais e potencializando os sintomas e desconforto.

Mas, como saber se você está com sinusite? Confira, abaixo, alguns dos sintomas!

 

Sintomas de sinusite

 

Dentre os primeiros sintomas da sinusite estão dor na face e dor de cabeça.

A dor nas maçãs do rosto, assim como no entorno dos olhos e ao redor do nariz são intensificadas quando o paciente se deita ou abaixa a cabeça.

Já a dor de cabeça, costuma ser constante e amenizada apenas com o uso de analgésicos.

Além disso, é comum que a pessoa com sinusite tenha episódios de tosse, principalmente ao deitar, febre acima de 38ºC e corrimentos nasais.

O famoso catarro pode ser esverdeado, amarelo ou branco, dependendo de cada caso. O mau hálito também pode ser considerado um sintoma, que piora progressivamente com a intensificação dos outros sintomas.

Quando há pelo menos dois desses sintomas, já é possível identificar que o paciente está com sinusite, principalmente no que tange às dores na face.

No entanto, como os sinais são parecidos com os de outras doenças, é necessário consultar um médico, que confirmará o diagnóstico e indicará o melhor tratamento. Em geral, é feito um raio-X da face para identificar a doença.

 

Alergia: a um passo da sinusite

 

sinusite

Há quatro tipos de sinusite que podem afetar a saúde, cada uma com um tipo de causa:

  • sinusite viral,
  • bacteriana,
  • fúngica e
  • alérgica.

Esta última está entre as mais comuns, isso porque está associada a alergias respiratórias que a pessoa possa ter. Por exemplo: caso a pessoa tenha alergia à poeira, as chances de ela ter sinusite, após uma crise alérgica, são grandes, já que seu organismo já está debilitado e sujeito à inflamação.

Nesses casos, além dos sintomas já ditos anteriormente, outros podem surgir, como espirros, coceira e irritação na garganta e nariz, assim como os olhos constantemente vermelhos.

Quando a sinusite é alérgica, não é suficiente tratar a doença. É só a pessoa continuar a se manter exposta às situações que permitam que a alergia se manifeste, que ela piora.

Essa situação pode fazer com que a doença se transforme em sinusite crônica, prolongando os sintomas por muitos anos.

Nas situações de quem não puder ter contato com poeiras, por exemplo, é essencial fazer com que ela não se manifeste em ambientes onde se passa muito tempo, como casa e trabalho. E é por isso que o alérgico precisa ter um cuidado a mais com a limpeza.

Confira 5 dicas de limpeza para alérgicos.

 

Situações que podem contribuir para a sinusite alérgica

 

Quem já teve crises de alergia sabe bem que elas podem aparecer quando menos se espera e nunca é certo o que realmente permitiu que essa alergia começasse. No entanto, há certas situações que são costumeiras e perceptíveis.

Sofás, colchões, cortinas e tapetes são ambientes propícios para que a poeira e o ácaro estejam presentes. Isso porque não são lavados constantemente e os tecidos utilizados favorecem para o acúmulo desses malefícios.

Roupas guardadas por muito tempo, bichos de pelúcia e papéis – como jornais e revistas – também são chamarizes. Além disso, mofo, sujeira e pelos de animais podem agravar a doença.

 

Dicas caseiras para acabar com a sinusite

 

Como toda doença, a sinusite requer cuidado médico e remédios devidamente receitados, seguindo um tratamento certo. No entanto, existem algumas medidas caseiras que podem ajudar a diminuir os sintomas e fazer com que o paciente sinta-se mais confortável, contribuindo para sua melhora.

Por isso, aqui vão algumas dicas:

 

Irrigações nasais

 

sinusite irrigador

 

Com uma seringa ou irrigador nasal, você pode aplicar soro nas narinas, uma de cada vez. É uma forma de limpar as vias respiratórias de maneira mais profunda. Esse processo facilita a respiração e contribui para saída de mucos que estejam obstruindo a região.

O soro utilizado pode ser feito em casa, com um litro de água com três colheres de sal. Ou ainda adquirido em alguma farmácia.

 

Chá de Camomila

 

A camomila tem propriedades antisséptica e anti-inflamatória, além de servir como analgésico. Por isso, fazer o chá da planta e tomá-lo ao longo do dia faz com que a pessoa se sinta melhor e pode acelerar o tratamento da sinusite.

 

Suco de Espinafre

 

O espinafre é uma verdura com propriedades descongestionantes. Dessa forma, ao tomar o suco de espinafre é possível eliminar as secreções. Isso contribui para que as vias respiratórias estejam mais livres.

 

Mantenha a casa sempre limpa

 

As medidas que falamos por aqui podem contribuir para que a sinusite passe mais rápido e você fique mais saudável. Porém, a precaução é sempre o ideal. Evite ficar desprotegido no frio, crie uma rotina de limpeza e mantenha cortinas, tapetes, colchões e sofás sempre limpos e sem poeira.

Se preferir manter sempre tudo brilhando e livre de ácaros, conte com a ajuda da Dr. Lava Tudo. Conheça mais sobre nossos serviços de limpeza!