Dicas de limpeza e organização

Veja os valores para sua cidade

Como escolher o tapete ideal para quarto de bebê?

Publicado em: segunda-feira, setembro 4, 2017quarto de bebe_tapete

Inscreva-se em nosso canal no YouTube


Com a chegada de um novo bebê, um dos momentos mais esperados é quando os futuros papais e mamães começam a escolher como será o quarto da criança. Tudo é pensado para embelezar e, também, ser útil para a família. Além do berço, do papel de parede e dos brinquedos, um item que pode compor o quarto de bebê são os tapetes e os carpetes.

Porém, essas duas peças costumam causar confusão na cabeça de pais e mães de primeira viagem: será que é uma boa ideia ter um tapete ou um carpete no quarto do seu filho?

Se a sua dúvida é essa, não se preocupe! Neste post, a Dr. Lava Tudo vai te ajudar a escolher o tapete ideal para o quarto do seu bebê.

Para que servem os tapetes e os carpetes?

Essas peças são mais do que apenas itens decorativos. É claro que eles podem ser usados para compor o ambiente e combinar com a decoração escolhida. Mas, no caso de quarto de bebê, essas peças também trazem segurança e conforto.

A principal função de tapetes e carpetes é o conforto térmico, principalmente em lugares com temperaturas mais baixas. Eles são essenciais quando o bebê começa a engatinhar porque evitam o contato direto entre o corpo da criança e o chão e protegem o bebê de possíveis resfriados.

Outra utilidade dos tapetes e carpetes é a segurança. Ao escolher versões antiderrapantes, você ajuda a evitar quedas e acidentes, como escorregões. Essa função é muito útil quando o bebê começa a aprender a dar os primeiros passos. Além disso, essas peças também podem proporcionar conforto acústico, reduzindo barulhos.

Eu posso mesmo ter um desses em um quarto de bebê?

tapete quarto de bebê

Essa é uma das dúvidas mais comuns em relação aos tapetes e carpetes. Muitos médicos recomendam que pais e mães só coloquem essas peças no quarto de bebê a partir do primeiro ano de vida.

Isso porque tudo que está em contato com o recém-nascido precisa ser limpo diariamente e, muitas vezes, a rotina corrida não deixa tempo para fazer essas limpezas.

Mas existem algumas alternativas para ter o conforto de um tapete ou carpete e evitar o acúmulo de sujeira.

Uma das maiores preocupações em relação a essas peças é a possibilidade delas provocarem alergia na criança. Para um quarto de bebê você deve escolher produtos que não juntem muita sujeira, pelos (principalmente, de animais) e ácaros.

Por isso, o material de fabricação é muito importante na hora de decidir qual item comprar. Preste atenção na composição do produto. Se ele for mais propenso a reter umidade, fica mais fácil causar alergia pela proliferação de microrganismos.


Interrompemos esse post para te alertar sobre algo muito sério!

Imagine chegar em casa após um dia de trabalho cansativo. Tudo o que mais deseja é assistir uma série com pipoca e relaxar no sofá.

Seria perfeito se o seu estofado não estivesse encardido e com mau cheiro. Você não merece esse desconforto! Pior ainda é a sujeira invisível, que traz alergias e doenças respiratórias. Apenas 1g de poeira pode conter 10 milhões de ácaros!

Mas isso é fácil de resolver e podemos te ajudar!

Calcule AGORA quantos ácaros estão vivendo com você e descubra se é hora de chamar a Dr. Lava Tudo em sua casa!

Os melhores materiais para o quarto de bebê

Existe uma enorme variedade de modelos na hora de escolher a peça ideal para o quarto do seu bebê. Cores, texturas e cortes vão de acordo com a decoração do ambiente. Mas a Dr. Lava Tudo te ajuda a escolher o material mais adequado:

  • Algodão: essas peças costumam ser as mais comuns, pois são mais macias e fáceis de limpar.
  • Poliamida/Náilon: absorve pouca umidade e não propaga chamas.
  • Lã: é um material mais nobre e que dá mais conforto, mas acumula sujeira facilmente, então é preciso cuidado redobrado!
  • EVA/Borracha: não absorve umidade e são antiderrapantes. São mais comuns em banheiros, mas também podem ser usados no quarto de bebê.
  • Poliéster: material macio, mais barato que o algodão e antialérgico.
  • Couro: são confortáveis e hipoalergênicos e apresentam grande durabilidade.

Outra opção para quem quer um tapete e busca maior comodidade é comprar um modelo menor. Um tapete pequeno dá ao bebê uma área para se sentar e facilita na hora de retirar e lavar.

Limpando tapetes e carpetes

Depois de escolher a melhor peça para o quarto do seu bebê, é importante prestar atenção na limpeza. Em áreas urbanas, como grandes cidades, a poluição faz com que seja mais fácil acumular poeira, então é recomendado que tapetes e carpetes sejam aspirados diariamente. Em cidades menores, você pode aspirar uma vez por semana.

Além da limpeza caseira, você deve higienizar o seu tapete ou carpete, pelo menos, uma vez por ano, com uma empresa especializada. É esse cuidado que vai evitar que o seu produto fique com manchas, seja danificado com uma limpeza vigorosa caseira e, principalmente, apresente algum risco para a saúde do bebê.

Já decidiu qual é o melhor tapete ou carpete para o quarto do seu bebê? Então agora é hora de relaxar e aproveitar o neném. Deixa que a gente cuida da limpeza! Saiba tudo sobre a limpeza de carpetes e tapetes da Dr. Lava Tudo