Dicas de limpeza e organização

Veja os valores para sua cidade

Por que você deve usar tintas anti mofo em sua casa

Publicado em: sexta-feira, julho 27, 2018tintas anti mofo

Inscreva-se em nosso canal no YouTube


Quem já teve mofo em casa sabe o quanto ele pode dar trabalho. Ele é capaz de destruir paredes, tetos, móveis, deixar manchas na pintura e o pior: afetar a sua saúde e de toda a família. Uma das soluções para evitar que o mofo se manifeste é utilizar tintas anti mofo no acabamento da sua casa.

Quer saber mais sobre como isso pode te ajudar? Continue a leitura e descubra!

A causa do mofo e bolor

tintas anti mofo

A formação de mofos e bolor tem um grande causador: a umidade. E não estamos falando apenas de ambientes mais propensos ao uso de água como o banheiro ou a cozinha. A umidade pode ocorrer em qualquer ambiente.

Isso porque ela está relacionada a vários fatores. Por exemplo, chuvas fortes e constantes podem fazer com que haja infiltrações, assim como canos furados. Isso faz com que a parede fique molhada de dentro para fora na estrutura, o que faz do local um ambiente propício para que fungos e bactérias vivam e se proliferem.

Além disso, você sabia que a umidade relativa do ar também pode provocar mofos? Pois é! Quando o ar está muito úmido, há partículas de água que se concentram nos cantos das paredes e dos tetos, atrás de móveis e em lugares como sótãos, porões, garagens, despensas e cômodos com pouca ventilação.

Doenças e alergias respiratórias causadas por mofo e bolor

O mofo é capaz de destruir as paredes da sua casa, seus móveis e estruturas. Mas, nada se compara com o que ele pode fazer com sua saúde. De maneira silenciosa, ele vai tomando conta dos lugares e, de repente, você começa a sentir seu cheiro e começa a ver manchas onde ele se instalou.

Até chegar a esse ponto, você já pode ter contraído uma doença respiratória em consequência da exposição ao mofo ou bolor. Quer saber que tipo de doença? Aqui vão algumas delas:

Asma alérgica

A asma alérgica é uma das doenças respiratórias mais conhecidas. Estima-se que 12% da população sofra com essa doença. Um processo inflamatório obstrui as vias respiratórias e a pessoa passa a sentir falta de ar, tosse, sensação de sufocamento e dor no peito. O mofo – juntamente com poeira, ácaros e cheiros fortes – pode desencadear uma crise de asma. Por isso, é importante evitar a manifestação de fungos a todo custo.

Micose broncopulmonar alérgica

Essa é uma doença causada pelos fungos Candida albicans e Aspergillus terréus, que são facilmente encontrados em meio a mofos. A micose broncopulmonar alérgica tem início com sintomas muito parecidos com os da gripe, como febre, dores no corpo e tosse. A semelhança faz com que a doença não seja tratada corretamente e, por isso, caso você viva em ambientes com mofo, é importante ficar atento.

Síndrome da resposta inflamatória sistêmica

Essa é uma doença que está associada a biotoxinas. Ou seja, trata-se de uma intoxicação respiratória que pode começar com a exposição a mofos. Isso porque eles são extremamente tóxicos, principalmente os de cor preta. Além de afetar os órgãos respiratórios, os rins e fígado também podem sofrer efeitos colaterais e ter o funcionamento alterado.

Sinusite fúngica

A sinusite pode até ser uma velha conhecida sua, mas, quando ela é provocada por fungos, que podem se alojar na cavidade nasal, as inflamações consequentes podem fazer com que os sintomas sejam potencializados. Se você estiver sentindo dores na face, congestão nasal, dor de cabeça, dificuldade para respirar e há mofo em sua casa, você pode estar com esse tipo de sinusite.

Aspergilose broncopulmonar alérgica

Essa é uma doença considerada um tipo raro de asma. Quem já sofre da doença de forma crônica está mais propenso a ter essa variação. Ela é desencadeada pelo fungo Aspergillus Fumigatus, que pode estar na poeira, no mofo e até na água. Entre os sintomas, você pode sentir chiado no peito, febre, tosse com catarro e falta de ar.

Todas essas doenças devem ser diagnosticadas e tratadas por um médico especialista. Portanto, se você sentiu algum dos sintomas, marque uma consulta!

E, afinal, como evitar que se tenha mofos em casa e contraia uma dessas doenças?

Tinta anti mofo: acabe com esses inimigos!

tintas anti mofo

Quem já passou por uma loja especializada em tintas, ou apenas em uma casa de construção, sabe que existe uma infinidade de tipos de tintas. Acabamentos diferentes e opções para cada fim. Como a existência de fungos é um problema constante em qualquer casa ou apartamento, criou-se também as tintas anti mofo.

Elas são ideais para que a umidade não se acumule e não haja a formação de mofos e bactérias. Isso porque as tintas anti mofo têm em sua composição bactericidas e fungicidas, evitando, assim, que esse mal infeste suas paredes e tetos.

Dessa forma, quando a umidade começa a se formar pelos cantos, os fungos e bactérias são combatidos, diminuindo as chances de ocorrer a formação de mofo e bolor no ambiente. Se a umidade for grande ou a casa não tiver impermeabilização e ocorrer uma infiltração, ainda assim você pode ter situações de mofo, mas ficará mais fácil combatê-lo.

Os preços e tipos de tintas anti mofo variam muito no mercado, inclusive seu tempo de eficácia (que gira em torno de dez anos). Vale a pena pesquisar, uma vez que as características são muitas. E uma boa notícia: se você está preocupado em não poder usar uma tinta colorida para dar um toque especial em sua decoração, saiba que há opções em que você pode tingir a tinta da cor que quiser! Ou seja, não há desculpas para não aplicar tintas anti mofo em sua casa!

Onde aplicar tintas anti mofo?

As tintas anti mofo são ideais para o interior dos ambientes. Portanto, se você quer prevenir o aparecimento de fungos e evitar algumas doenças respiratórias, o ideal é que você pinte o interior de sua casa com tintas anti mofos.

O lado externo da sua casa já está exposto a chuvas e intempéries e há outras tintas para esse caso.

Você pode aplicar as tintas anti mofo nas paredes e tetos de todos os cômodos. Além disso, é recomendado utilizá-las embaixo de escadas, no fundo de despensas, área de serviços, atrás de armários e embaixo de pias e bancadas instaladas. Nesses casos, vale a pena desmontar os móveis que estão acoplados nas paredes, passar as tintas anti mofos e só depois remontá-los.

De toda forma, se sua casa já estiver tomada pelo mofo, ou você começou a ver sua formação, uma limpeza profissional resolve seu problema. A Dr. Lava Tudo tem os produtos e técnicas ideais para tirar mofos e bolor de todos os lugares do seu lar.

Acesse aqui e aproveite os serviços de limpeza da Dr. Lava Tudo, garantindo a eficácia da higienização!